Polícia Federal: A Lei é Para Todos (Os Bastidores da Operação Lava Jato)


Polícia Federal: A Lei é Para Todos (Os Bastidores da Operação Lava Jato), suspense policial e ação baseado em fatos reais de Marcelo Antunez, 2017.

Polícia Federal - A Lei é Para Todos

ENREDO: No final dos anos 90, o maior doleiro do país, Alberto Youssef (Roberto Birindelli), foi pego no chamado “Escândalo do Banestado” e fez seu acerto com a Justiça. Dez anos depois da CPI que investigou o assunto, uma operação da Polícia Federal contra traficantes de cocaína desemboca num Lava Rápido que lavava dinheiro e tinha por trás a figura de dois doleiros. Um deles é novamente Alberto Youssef. E desta vez, não há como escapar da prisão. Assim, a equipe comandada pelo delegado Ivan Romano (Antonio Calloni), decepcionada com tanto prende-solta e com as poucas punições obtidas com o caso Banestado, tem novo ímpeto para se juntar e iniciar mais uma investigação. Ivan, seus subordinados Bia (Flávia Alessandra), Vinicius (João Baldasserini), Julio Cesar (Bruce Gomlevsky) e Edu (Samuel Toledo) e os procuradores Pedro Henrique (Leonardo Franco) e Ítalo Agnelli (Rainer Cadete, fazendo um personagem baseado no procurador Deltan Dallagnol) mal têm ideia de que um tal de Paulo Roberto Costa (Roney Facchini), arrogante e até então obscuro ex-diretor da Petrobras, será apenas a primeira das personalidades do mundo político a cair na malha fina da operação. Daí para frente, com a operação se aproximando do ex-presidente Lula (Ary Fontoura), a equipe sabe que as tentativas de sabotagem serão cada vez maiores.

TRAILER: https://www.youtube.com/watch?v=WdgD4g-JfFA

AVALIAÇÃO: Suspense policial e ação de primeira, que faz frente aos de Hollywood. O filme já começa com o irônico aviso de que trata de fatos “ocorridos entre abril de 1500 e o ano de 2016”.
O roteiro se encarrega de criar cenas de ação e perseguição muito boas e deixa bem explicada a parte investigativa (muitas vezes na narração do personagem de Antonio Calloni, baseado no delegado federal Igor Romário de Paula).
O personagem mais marcante é certamente o impetuoso e esquentado Júlio Cesar (Bruce Gomlevsky), policial hábil em desvendar o fluxo do dinheiro do esquema criminoso, revoltado com os obstáculos colocados contra a operação, e que tem que lidar também com pesados dramas pessoais: o câncer da mãe (Iaçanã Martins) e a oposição do pai (Genésio de Barros), defensor do governo petista.
Quanto às semelhanças com personagens reais, Ary Fontoura pode não ser a cara e a voz de Lula, mas caracteriza bem a prepotência e o desprezo do desbocado ex-presidente. Roberto Birindelli lembra muito Alberto Youssef, Roney Facchini é a cópia de Paulo Roberto Costa. E Marcelo Serrado, a do circunspecto juiz Sérgio Moro. Mas o campeão de semelhanças é o ator que faz o “japonês da federal”, pena que numa curtíssima aparição.
Um dos momentos mais marcantes do filme é o da entrevista coletiva na qual o delegado vivido por Antonio Calloni tem que ressaltar que as falcatruas nos contratos da Petrobras não atingiram 59 milhões, mas sim 59 bilhões de reais.
Recomendação: ficar até a hora dos créditos finais, quando aparecem cenas dos depoimentos reais.
Esse filme vai até a condução coercitiva de Lula e tem as partes 2 e 3 já programadas.

Anúncios

Sobre Roberto Blatt

Sou formado em Engenharia Eletrônica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI-USP), tenho M.S. in Computer Systems and Information Technology pela Washington International University e MBA em Administração de Empresas pela FGV. Tenho mais de 25 anos de experiência profissional na área Administrativa Financeira, desenvolvidos em empresas nacionais e multinacionais dos segmentos automotivo, eletroeletrônico e serviços, vivenciando inclusive o start-up, dentro dos aspectos administrativos e financeiros e tendo atuado na gestão de equipes das áreas Administrativa, RH e Pessoal, TI, Financeira, Comunicação e Compras. Professor no Pós-Admn da FGV em Liderança & Inovação e Gestão de Pessoas. Para acessar meu blog com comentários e críticas sobre cinema, cliquem aqui ou, para artigos sobre Administração, Tecnologi a eresenhas de livros, em aqui .
Esse post foi publicado em Ação, Filmes, Policial, Suspense e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s