Victoria e Abdul: O Confidente da Rainha (Victoria & Abdul)


Victoria e Abdul: O Confidente da Rainha (Victoria & Abdul), drama biográfico de Stephen Frears, 2017. 

ENREDO: 1887. Dois indianos são escolhidos para levar uma medalha em homenagem ao Jubileu de Ouro do reinado de Victoria (Judi Dench), rainha do Reino Unido e Imperatriz da Índia. Cansada dos protocolos da corte, Victoria se encanta com o enviado Abdul Karim (Ali Fazal) e requisita que ele se torne parte se seu séquito; e, assim, o pobre Mohammed Buksh (Adeel Akhtar), que o acompanhava na entrega da medalha, torna-se oficialmente seu servo e, para seu desgosto, ficarão por anos a serviço da rainha.
Abdul ameniza a solidão de Victoria, viúva desde tenra idade e carente de amizades desde a perda de seu criado favorito, John Brown. Ela passa a sentir o gosto da vida e esmera-se em aprender o urdu (idioma dos muçulmanos da Índia) e a cultura do protegido. Mas, para o primeiro-ministro, Lord Salisbury (Michael Gambon), tanta intimidade conduz a monarquia a uma crise. E, para o staff da rainha, um indiano arrogante, de cor escura e muçulmano não pode superá-los. Começa o complô para indispor Abdul com a rainha. Se não der certo, Albert Edward “Bertie” (Eddie Izzard), príncipe-herdeiro impaciente com a longevidade da mãe, pensa em conseguir declará-la insana. A rebelião se instala na corte.

TRAILER: https://youtu.be/S4a7zu8htjc

AVALIAÇÃO: Momentos cômicos dão a tônica inicial, a começar pela dupla mais disparatada possível escolhida para levar a medalha para a rainha. Deveriam ser dois sujeitos altos, mas um deles havia caído de um elefante e teve que ser substituído às pressas por um de estatura bem menor e, digamos, não muito fotogênico. Mas, a partir daí, o drama se estabelece: o pobre Mohammed (Adeel Akhtar), ansioso pelo retorno à Índia, fica atrelado a Abdul, o escolhido da rainha, e sua vida na Inglaterra é seu infortúnio. Se a amizade entre Abdul e a rainha traz momentos de uma carinhosa relação protetora-afilhado, as intrigas para derrubá-lo vão dar o segundo foco ao filme: apesar de alguns momentos de comicidade, é a tensão dramática que predomina.
O diretor pontua de forma aguçada alguns pontos de contraste entre colônia e metrópole: se, para os ingleses, os indianos eram um povo menos desenvolvido, para os recém-chegados indianos muitos hábitos dos ingleses soavam o mesmo. E, se a Índia era um país pobre e miserável, a Inglaterra também tinha sua patente miséria urbana (a chegada no porto é o exemplo mais óbvio disso).
Finalmente, a interpretação (mais uma vez) expressiva de Judi Dench e a figura simpática de Ali Fazal rendem mais pontos a esse drama baseado em fatos reais.

 

 

Anúncios

Sobre Roberto Blatt

Sou formado em Engenharia Eletrônica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI-USP), tenho M.S. in Computer Systems and Information Technology pela Washington International University e MBA em Administração de Empresas pela FGV. Tenho mais de 25 anos de experiência profissional na área Administrativa Financeira, desenvolvidos em empresas nacionais e multinacionais dos segmentos automotivo, eletroeletrônico e serviços, vivenciando inclusive o start-up, dentro dos aspectos administrativos e financeiros e tendo atuado na gestão de equipes das áreas Administrativa, RH e Pessoal, TI, Financeira, Comunicação e Compras. Professor no Pós-Admn da FGV em Liderança & Inovação e Gestão de Pessoas. Para acessar meu blog com comentários e críticas sobre cinema, cliquem aqui ou, para artigos sobre Administração, Tecnologia e resenhas de livros, em aqui .
Esse post foi publicado em Biografia, Drama, Filmes, História e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s