Suburbicon – Bem-vindos ao Paraíso (Suburbicon)


Suburbicon – Bem-vindos ao Paraíso (Suburbicon), suspense dramático com toques cômicos, com roteiro de Ethan e Joel Coen, coproduzido, corroteirizado e dirigido por George Clooney, 2017.

ENREDO: 1959. Nada perturba a paz na simpática, idílica e pacata Suburbicon, cidadezinha composta por um condomínio de casas num provável subúrbio americano. O assassinato de Rose Lodge (Julianne Moore), após sua família ser feita refém de assaltantes em sua casa, e a investigação policial para a captura dos criminosos mudam esse quadro. O viúvo, Gardner Lodge (Matt Damon), procura refazer a vida, ajudado por Margaret (novamente Julianne Moore), irmã gêmea de Rose. Mas os assassinos (Alex Hassell e Glenn Fleshler) ainda não estão satisfeitos. E nem o inspetor de seguros (Oscar Isaac), que vem fazer diligências a respeito da apólice da falecida. Enquanto isso, a chegada dos Mayer (Kamirah Westbrook e Leith M. Burke), a primeira família negra no local, põe a cidade em ebulição. No meio da tormenta está Nicky (Noah Jupe, um dos astros-mirins de Extraordinário), filho de 12 anos dos Lodge, que começa uma amizade com o filho dos Mayer, Andy (Tony Espinosa) e que, ao mesmo tempo, descobre que há algo muito mal explicado no assassinato da mãe.

TRAILER: https://www.youtube.com/watch?v=cBezc1S1BAQ

AVALIAÇÃO: O filme já começa mostrando a que veio quando vemos o sorridente carteiro da cidade (Steve Monroe) chocado ao descobrir que os Mayer são negros (o nome judaico para a família só pode ser mais uma cutucada da parte dos roteiristas nos racistas de plantão…). Em paralelo com a crescente tensão racial, um crime pretensamente perfeito que se transforma numa comédia de erros, como os irmãos Coen já haviam criado em Fargo.
Engraçado, tenso e com uma crítica feroz ao racismo, o filme é uma ótima diversão, com destaque para a atuação de Julianne Moore e Oscar Isaac, que protagonizam uma cena longa e tensa até desembocar no seu clímax.

Anúncios

Sobre Roberto Blatt

Sou formado em Engenharia Eletrônica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI-USP), tenho M.S. in Computer Systems and Information Technology pela Washington International University e MBA em Administração de Empresas pela FGV. Tenho mais de 25 anos de experiência profissional na área Administrativa Financeira, desenvolvidos em empresas nacionais e multinacionais dos segmentos automotivo, eletroeletrônico e serviços, vivenciando inclusive o start-up, dentro dos aspectos administrativos e financeiros e tendo atuado na gestão de equipes das áreas Administrativa, RH e Pessoal, TI, Financeira, Comunicação e Compras. Professor no Pós-Admn da FGV em Liderança & Inovação e Gestão de Pessoas. Para acessar meu blog com comentários e críticas sobre cinema, cliquem aqui ou, para artigos sobre Administração, Tecnologi a eresenhas de livros, em aqui .
Esse post foi publicado em Comédia, Criminal, Drama, Filmes, Policial, Suspense e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s